Funcionária de escola particular é demitida após vídeo ameaçando aluno

A escola particular IPC (Instituto Pedagógico da Criança) demitiu uma funcionária do setor de limpeza após um vídeo dela ameaçando um aluno viralizar na internet. As imagens foram gravadas na última sexta-feira (15) por uma pessoa, não identificada, que passa pela calçada da instituição, localizada na Vila Nova, região central de Londrina.

O autor do vídeo, que tem duração de 43 segundos, grava a faixada da escola. No áudio, é possível ouvir a funcionária fazendo diversas ameaças ao estudante. “Dar um soco na sua cara e resolver o seu problema”, “pega a sua cabeça e bate aqui” e “tá achando que você é quem?”, são algumas frases utilizadas por ela em tom ameaçador. É possível ouvir a criança chorando.

A reportagem entrou em contato com o diretor da unidade educacional, João Carlos, que foi orientado pelo jurídico da escola e não dará entrevistas nesse momento. Pelo telefone, ele disse que esse foi um fato isolado e que nunca algo parecido teria acontecido no local.

O diretor garantiu que a responsável pelo fato foi demitida. A mulher trabalhava no IPC há cinco anos. Vários pais estão procurando a direção para esclarecimentos e a unidade promete realizar reuniões com todos.

Carlos ainda disse que várias pessoas estão ligando na instituição realizando ameaças, como quebrar o espaço ou aguardar a saída de funcionários para tirar satisfação sobre o fato. A escola funciona em Londrina há 27 anos. Faz pelo menos 25 anos que está com a mesma direção.

Autoridades

O Conselho Tutelar afirmou que após o conhecimento do vídeo foram realizados diversos questionamentos para a escola. O caso foi enviado ao Ministério Público que está analisando qual será o procedimento. Ainda não há um promotor responsável.

Veja Também  Concurso de redação dá bolsas de estudo para curso de verão em Cambridge

Fonte: Paiquerê/MK

Comentar