O diretor-auxiliar da Escola Estadual Ivan Ferreira do Amaral, em Campina Grande do Sul, foi agredido na tarde de segunda-feira (25) depois de tentar separar uma briga em frente a instituição. O desentendimento aconteceu em meio a protestos convocados por alunos que pediam mais segurança nas imediações da escola.

O profissional tentou apartar uma discussão entre um aluno e um ex-aluno. Ele foi derrubado por um terceiro jovem, que não nunca estudou na escola, segundo a Secretaria de Educação e do Esporte (SEED).

Por meio de nota, a SEED informou que o educador foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). O Batalhão da Patrulha Escolar Comunitária também foi acionado para controlar a confusão.

O diretor-auxiliar precisou ser internado para fazer exames médicos. A Secretaria de Educação reforçou a importância do diálogo e informou que irá convocar uma reunião com os pais dos alunos envolvidos nas cenas de agressão.

O Núcleo Regional de Educação que atende este município da região metropolitana acompanha a situação.

Fonte: Massa News

Comentar

Veja Também  Homem fica ferido após ser esfaqueado pelo namorado