Um homem acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para atender um morador de rua que estava reclamando de dores na frente da sua casa e a ambulância demorou aproximadamente oito horas para chegar ao local. O caso aconteceu nesta terça-feira (2) no jardim Amália, nas proximidades da Paróquia Nossa Senhora de Fátima.

Hélio Aparecido relata que a primeira ligação foi realizada por volta das 9h e a ambulância chegou apenas às 17h. Nesse intervalo, foram realizados pelo menos três contatos com a central de atendimento. Ele também disse que foi informado que apenas três viaturas estavam atendendo no dia. Ouça a entrevista:

Aparecido ressaltou que Rodrigo dos Santos, de 28 anos, ficou o dia todo com dores na calçada e teria tuberculose. O morador de rua foi encaminhado ao hospital com a pressão baixa.

A reportagem tenta contato com a Secretaria Municipal de Saúde para esclarecimentos sobre a demora no socorro. Não há informações sobre o estado de saúde de Santos.

Fonte: Portal Paiquerê

Comentar

Veja Também  Londrina é atingida por tempestade com chuva de granizo
Loading...