A promotoria da Flórida pedirá a pena de morte para o rapper YNW Melly, caso seja condenado pelo assassinato a tiros de dois amigos seus em um incidente ocorrido em outubro de 2018, segundo a emissora de notícias CNN.

O rapper, de 19 anos, está sendo acusado pelo assassinato em primeiro grau de Anthony Williams, de 21, e Christopher Thomas Jr., de 19, em 26 de outubro de 2018.

O assassinato, que seria motivado por razões financeiras, “foi especialmente atroz”, segundo afirmou a promotoria em documentos judiciais, nos quais acrescenta que o rapper cometeu o homicídio de “maneira fria, calculada e premeditada”.

O músico, cujo verdadeiro nome é Jamell Demons, enfrenta as acusações de assassinato junto com o também rapper Cortlen Henry, e ambos supostamente fizeram parecer que as vítimas tinham sido baleadas em um ataque de gangue, segundo a polícia.

Williams e Thomas Jr., que segundo a polícia eram “amigos próximos” de Demons, morreram no Memorial Hospital Miramar, ao noroeste de Miami, para onde foram levados por Henry.

As vítimas, aspirantes a rappers, tinham se mudado recentemente de Vero Beach para o Condado de Broward, no sudeste da Flórida, para impulsionar suas carreiras musicais.

Tanto Demons como Henry foram detidos no último mês de fevereiro e indiciados por assassinato em primeiro grau.

YNW Melly lançou em janeiro a música “Mixed Personalities”, com Kanye West, e seu primeiro disco de estúdio, “We All Shine”. O rapper se preparava para iniciar sua primeira turnê nacional.

Fonte: G1

Comentar

Veja Também  Caio Castro é criticado por fazer uma tatuagem e detona seguidora