Santos Cruz chama de ‘baixo’ caso Olavo: ‘Não tenho tempo a perder, tenho muito trabalho’

0
55

O ministro Santos Cruz, da Secretaria de Governo, disse ao blog nesta quarta-feira (8) que não leva a sério as críticas contra ele geradas pelos posts do ideólogo Olavo de Carvalho – e afirmou que seu foco e motivação dentro do governo é trabalhar.

O blog perguntou ao ministro se ele cogitava deixar o governo após os ataques de Olavo –duramente criticados pelas Forças Armadas, mas sem reprimenda do presidente Bolsonaro. Santos Cruz respondeu: “Essa função, você não pede para sair nem para entrar. O cargo não me emociona, mas estou aqui para trabalhar, para ajudar.”

Sobre as críticas de Olavo, ele resumiu assim: “É baixo”. Nesta terça (7), Santos Cruz esteve com o general Villas Boas, ex-comandante do Exército, que saiu em defesa do ministro diante dos ataques de Olavo.

Além de Villas Boas e outros integrantes das Forças Armadas, parlamentares também saíram em defesa de Santos Cruz.

O ministro disse que só ouviu pela imprensa a hipótese da saída da sua pasta, um dos panos de fundo dos ataques de Olavo e seus seguidores.

Santos Cruz afirmou que, nesta quarta, a Secretaria de Governo tem uma reunião com a comissão técnica que vai selecionar projetos para serem incluídos na carteira do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), para serem oferecidos ao empresariado – todos na área de infraestrutura.

Criado em 2017 pelo governo Michel Temer, o PPI informa ter concluído em 30 meses 124 dos 193 projetos qualificados para o programa. Os leilões realizados garantiram uma arrecadação de mais de R$ 46 bilhões para a União, além de uma previsão de mais de R$ 253 bilhões em investimentos contratados para o tempo de duração dos contratos.

Veja Também  PRF atende acidente com ônibus na BR 277, em Teixeira Soares

E o número deve aumentar nos próximos meses, uma vez que o novo governo tem prometido ampliar as privatizações na área de infraestrutura e a venda de estatais e subsidiárias.

Este, segundo Santos Cruz, é o foco de sua pasta: “Tenho tanta coisa para fazer que nem dá para perder tempo com bobagem”.

Fonte: G1

Comentar