Polícia investiga envenenamento de 14 cachorros em uma semana, na Cidade Industrial de Curitiba

A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) investiga a denúncia de moradores de uma rua da Cidade Industrial de Curitiba, que registraram envenenamento de 14 cachorros, em uma semana. Dois animais morreram, segundo as famílias.

Câmeras de segurança registraram a ação do suspeito que, segundo os moradores, arremessou pedaços de linguiça com chumbinho para dentro dos quintais.

Marilda Schwab De Gouveia, tutora da Princesa, que morreu envenenada, conta que havia resgatado a cachorrinha das ruas. A família, segundo ela, ficou chocada com o que aconteceu com o animal.

“Ela estava toda ensanguentada. Não tinha explicação. A gente olhou para o chão e tinha linguiça com um monte de coisinhas pretas. Entrei em desespero. Não sabia o que fazer. Chamei minha vizinha e ela disse que a dela também estava passando mal”, afirmou.

Os moradores informaram que registraram um Boletim de Ocorrência (B.O.) na delegacia e repassaram as imagens de câmeras para a Polícia Civil.

Os tutores afirmam ainda que estão tendo que recolher os cachorros para dentro das casas durante a noite, por medo de que a ação do suspeito se repita.

Investigação

O delegado Matheus Layola disse que a polícia designou investigadores para reunir as imagens de câmeras de monitoramento e apurar informações que possam levar à identificação do suspeito. Em seguida, segundo o delegado, as equipes pretendem descobrir a motivação do crime.

Layola ressaltou que chumbinho é um raticida proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e não pode ser comercializado no Brasil.

“A gente vai aumentar, no inicio da semana que vem, a fiscalização desses produtos. Quem comercializa esses produtos comete crime contra a saúde pública e, se condenado, pode pegar até três anos de prisão”, ressaltou o delegado.
O homem flagrado nas imagens, segundo o delegado, deve responder pela prática de maus tratos, pela quantidade de cachorros que envenenou. O município também pode multar o autor da ação.

Veja Também  Polícia encontra pacotes de cocaína avaliados em U$S 2 milhões em praia da Nova Zelândia

Denúncia

A Polícia Civil informa que casos de envenenamento de animais ou atitudes que levantam suspeita sobre o crime devem ser denunciados. Caso o crime esteja acontecendo, o morador deve acionar a Polícia Militar, ligando para o 190.

Casos de maus tratos contra animais também podem ser denunciados para o Disque Denúncia, pelo telefone 181, ou para a Central 156.

Se o crime já tiver ocorrido, conforme a polícia, é necessário entrar em contato com a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente que, a partir da denúncia, passa a investigar o caso.

16 gatos envenenados

Em maio, pelo menos, 16 gatos morreram em um mês na Vila Americana, no bairro Sítio Cercado. Segundo os moradores, a morte dos animais foi provocada por envenenamento.

A vizinhança instalou telas nos portões, para que os animais não saiam dos terrenos e, assim, tentar evitar novos casos.

Comentar