Apucarana; padrasto é preso suspeito de estuprar a enteada durante cinco anos

(Foto: Reprodução/Tribuna do Norte)



Um homem foi preso na manhã desta segunda-feira (16), suspeito de estuprar a enteada de 13 anos, em Apucarana. A vítima relatou à Polícia Civil que os estupros começaram quando ela tinha 8 anos de idade.

De acordo com a delegada Sandra Nepomuceno, titular da Delegacia da Mulher, o caso veio à tona após a adolescente confidenciar a violência sexual a uma amiga que levou a situação até um professor, que acionou o Conselho Tutelar.

“A adolescente apresentava uma série de problemas psicológicos e acabou contando a uma amiguinha que era abusada pelo padrasto”, conta a delegada. A vítima foi ouvida pela polícia e confirmou os estupros que, segundo ela, aconteciam sempre na ausência da mãe.

“A mãe trabalha fora e fica muito tempo fora de casa e ele se aproveitava da situação”, comenta a delegada. De acordo com a delegada, a mãe tomou conhecimento da situação, entretanto tentou desabonar o depoimento da filha.

“Nesse caso específico, a mãe infelizmente não apoiou a menina. Ela se mostrou um pouco duvidosa e colocou a menina como mentirosa, tentando fazer a filha modificar o depoimento. Chegou a dizer que a menina estava possuída”, afirma a delegada. Um exame de corpo delito foi realizado no Instituto Médico Legal (IML) e confirmou a conjunção carnal.

O suspeito foi preso em caráter preventivo e será interrogado. “Estamos finalizando o procedimento. Colhemos todos os elementos de informação no inquérito. Agora vou interroga-lo e passar o relatório ao Ministério Público”, conclui a delegada. Se condenado por estupro de vulnerável, o homem pode pegar entre 8 a 15 anos de prisão.

Comentar

Veja Também  Ambulância da prefeitura de Umuarama atropela pedestre em Apucarana