Londrina; prefeitura formaliza convênio com UEL para projeto de metrô

(Foto: Reprodução)


A Prefeitura de Londrina e a Universidade Estadual de Londrina (UEL) realizaram um convênio que prevê o estudo técnico para a implantação de um sistema inovador de transporte por levitação magnética no município, denominado Magleve, abrangendo também as cidades de Cambé e Ibiporã.

Esse tipo de transporte utiliza levitação magnética, mais conhecida pela sigla MagLev, indicado para cidades de porte médio. Representam a prefeitura nesse estudo, o secretário municipal de Governo, Juarez Tridapalli, o secretário municipal de Planejamento, Marcelo Canhada, e o assessor para assuntos espaciais, Luis Figueira.

De acordo com o diretor do Centro de Tecnologia e Urbanismo (CTU), professor Aron Petruci, os contatos com a UEL foram iniciados há cerca de um ano, por meio do professor do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Gilson Bergoc, atual prefeito do campus da UEL.

Figueira esclareceu que trata-se de uma tecnologia de origem chinesa. Os fabricantes têm interesse em repassar a expertise, desde que exista um convênio estabelecido entre o poder executivo e uma universidade pública. Duas cidades chinesas contam com o sistema. O investimento seria em torno de R$ 2 bilhões.

“Temos um pré-estudo. O primeiro trecho composto neste projeto é metropolitano, que vai do centro de Ibiporã até o centro de Cambé, passando pelo centro de Londrina. Boa parte prevista é que seja subterrâneo e algum trecho elevado”

Via: www.paiquere.com.br

Comentar

Veja Também  Ex-presidiário morre em confronto com a Polícia Militar em Londrina